Agenda
12 de setembro
Lançamento de Margem encerra trilogia iniciada pela cantora e compositora com o CD Maré
 

Adriana Calcanhotto sempre foi apaixonada pelo mar e deixa isso bem claro no seu novo álbum Margem. O lançamento encerra uma trilogia de discos da cantora que se iniciou em 1998, com Maritmo, e teve sequência em 2008, com Maré. O público de Maceió teve o prazer de conferir os shows de lançamento dois CDs,  e agora  vai poder conferir também  Calcanhotto apresentando o seu novíssimo trabalho.

O show de lançamento de Margem será dia 12 de setembro, no Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções. Os ingresso já podem ser adquiridos através do site www.suechamusca.by.inti.com ou nos pontos de venda abaixo

Margem é um disco essencialmente autoral, mas duas canções do repertório são de outros compositores e foram fundamentais para Adriana se dedicar a um terceiro álbum sobre o mar – e fechar a trilogia. São as faixas O Príncipe das Marés, de Péricles Cavalcanti, e Os Ilhéus, de Antonio Cicero e Zé Miguel Wisnik.

No palco, Calcanhotto desfruta da luxuosa companhia do músicos: Rafael Rocha, Bruno Di Lullo e Bem Gil. Foto.

SERVIÇO:
Show:
Adriana Calcanhotto – Margem
Local: Teatro Gustavo Leite
Data: 12 de setembro
Abertura da casa: 20h
Show time: 21h

Ingressos
Plateia
Inteira – R$ 120,00
Ingresso solidário – R$ 90,00 + 1 kg de alimento não perecível
Meia – R$ 60,00

Mezanino
Inteira – R$ 80,00
Ingresso solidário – R$ 60,00 + 1 kg de alimento não perecível
Meia – R$ 40,00

OBS: Pagam meia-entrada: professores, maiores de 60 anos, estudantes e pessoas com deficiência

Vendas:
Acesso Vip – Parque Shopping e Unicompra Farol
Erva Doce Doce Erva – Rua Eng. Mário de Gusmão, 530 – Ponta Verde

Link de vendas: https://bit.ly/2F6YOpN

Forma de pagamento: em dinheiro, débito, rotativo e parcelado em até 2 X

 

27 de julho
Show feito sob medida para os casais rodopiarem no salão, acontcerá dia 27 de julho no Espaço Pierre Chalita
 

 “Sentindo frio em minh’alma, te convidei pra dançar. A tua voz me acalmava. São dois prá lá. Dois prá cá…’’
João Bosco e Aldir Blanc são autores do bolero imortal que faz os casais rodopiarem pelo salão há pelo menos 4 décadas.  Nesses tempos comandados pela internet e pelas relações virtuais, dançar de rosto coladinho tem se tornado algo raro. Mas em Maceió os românticos de plantão e saudosos dessa época já podem se preparar porque o Clube da Dança vai começar.

E vai começar trazendo para o palco dois nomes aplaudidíssimos dos amantes da boa música: a alagoana Wilma Araújo e o paulista Altemar Dutra Jr. A data já está marcada, dia 27 de julho. O local será o Espaço Pierre Chalita, em Jaraguá, casa de shows e eventos dotada de climatização, fácil estacionamento e segurança para dar maior conforto e comodidade aos dançarinos.

E para quem ainda não tem par e não quer poder a oportunidade e de dançar ao som de um belo bolero, aqui vai uma dica: a produção fechar parceria com academias e escolas de dança de salão para que bailarinos e bailarinas se integrem ao projeto.

Wilma Araújo – são 26 anos de estrada, 3 CDs lançados (Princípios, Beleza Delicadeza e Feliz Quem Se Dá Por Inteiro e Princípios)  e centenas de shows em Alagoas e em outros Estados do Brasil. Apaixonada pela MPB, Wilma também participou de diversos festivais de música e levou o seu canto até para Paris, a convite do Movpaz – Movimento Internacional Pela Paz e Não violência.

Maria Bethânia, Djavan, Diogo Nogueira, Alcione, Marcos Sacramento já tiveram shows em que Wilma abriu a noite com seu vasto repertório. Eclética, há anos é protagonista de noites de samba das amais animadas de Maceió, possui um Bloco de Carnaval e realiza um pré-revellion dos mais disputados na cidade.

São de Wilma também shows memoráveis em homenagem a três grandes nomes da MPB: Com Buarque, Com Afeto (Chico Buarque), Santa Clara Clareou (Clara Nunes) e Retrato da Vida (Dominguinhos).  Em 2017 Wilma foi contemplada com o Prêmio Grão de Música na cidade de São Paulo.

Altemar Dutra Jr - Filho de dois ícones da Música Popular Brasileira (do saudoso Altemar Dutra, o maior seresteiro que o Brasil já conheceu e da consagrada Martha Mendonça), Altemar Dutra Jr carrega em seu sangue a herança genética da arte que fez de seus pais ídolos em suas épocas.

A princípio cantou as músicas que marcaram a carreira de seu pai, o que emocionou o público, devido à semelhança das vozes. Atualmente, após 5 CD’s  e 1 DVD gravados, estabeleceu sua identidade e marca pessoal de intérprete reconhecida através de shows por todo o país. Cantando um repertório que vai da seresta ao pop, passando por standards americanos, forrós e sambas, Altemar Dutra Jr é um intérprete afinado com seu tempo e com as grandes canções.

SERVIÇO:

Show: DOIS PRA LÁ, DOIS PARA CÁ – CLUBE DA DANÇA com Wilma Araújo e Altemar Dutra Jr
Local: Espaço Pierre Chalita – Jaraguá
Data: 27 de julho
Abertura da casa: 20h
Show time: 21h

Ingressos
Mesa para 4 pessoas: R$ 200,00
Individuais: R$ 50,00

Vendas:
Acesso Vip: Parque Shopping e Unicompra Farol
Erva Doce Doce Erva – Rua, Engenheiro Mário de Gusmão, 530 – Ponta Verde

Venda on line: www.suechamusca.byinti.com

21 de julho
Uma das maiores companhia de dança do mundo traz para Maceió espetáculo aplaudido por milhares de pessoas no Brasil e no Exterior
 

Enquanto seu mais recente espetáculo, Cão Sem Plumas (2017), viaja pelo Brasil e pelo mundo, Deborah Colker, cuja companhia conta com o patrocínio da Petrobras desde 1995 e da Votorantim desde 2019, revisita uma coreografia lançada em 2005, na Alemanha, e que não remontava desde 2012, até sua reestreia o ano passado, em Minas Gerais e São Paulo.

Nó, balé que será apresentado dia 21 de julho, no Teatro Gustavo – Maceió, é um marco na trajetória de Deborah. Foi quando ela “virou a esquina”, como diz. Interrompeu sua premiada investigação sobre movimento e espaço – que resultou em Velox (1995), Rota (1997) e Casa (1999) e 4 por 4 (2002) – para mergulhar naquilo que vê como “a tragédia e a complexidade dos impulsos humanos”. O tema de Nó é o desejo.

“Cão Sem Plumas me dilacerou, me esvaziou. Senti a necessidade de voltar ao Nó, rever o lugar onde minhas perguntas e angústias começaram a mudar. Eu tinha certeza de que não havia feito tudo o que precisava com Nó”, explica.

A coreografia de Cão Sem Plumas, baseada em poema de João Cabral de Melo Neto e executada por bailarinos cobertos de lama, valeu a Deborah o prêmio Benois de la Danse, tido como o Oscar da dança.

Nó volta completamente transformado. Há mudanças cenográficas, a trilha sonora ganha mais temas compostos por Berna Ceppas, e a música “Carne e Osso”, da banda Picassos Falsos, embala um duo romântico. As modificações que Deborah realizou na coreografia são frutos de seu amadurecimento nos últimos 13 anos.

O primeiro ato começa com uma árvore no centro do palco. São 120 cordas, representando laços afetivos. Os bailarinos as soltam aos poucos, até que se assemelhem a uma floresta. Eles se valem de técnicas como a bondage (uso de cordas para controle da dor e do prazer). No segundo ato, a companhia dança dentro e em torno de uma grande caixa transparente criada por Gringo Cardia, diretor de cenografia. Se as cordas apontam para a natureza, a caixa evoca o mundo urbano.

Na trilha sonora da primeira parte, além de criações de Berna Ceppas e Kassin, há trechos de Ravel e Alice Coltrane. Na segunda estão preciosidades como “My One and Only Love”, com Chet Baker; “Coisa nº 9”, de Moacir Santos; e “Preciso Aprender a Ser Só”, de Marcos Valle e Paulo Sergio Valle, na voz de Elizeth Cardoso. Os figurinos, que transmitem erotismo e também delicadeza, são do estilista Alexandre Herchcovitch. A iluminação é de Jorginho de Carvalho, parceiro de longa data de Deborah. A direção de produção é de João Elias, fundador da companhia.


Criação, Coreografia e Direção: DEBORAH COLKER
Direção Executiva: JOÃO ELIAS
Direção de Arte e Cenografia: GRINGO CARDIA
Direção Musical: BERNA CEPPAS
Iluminação: JORGINHO DE CARVALHO
Figurinos: ALEXANDRE HERCHCOVITCH
Co–Direção e Fotografia: FLAVIO COLKER
Duração: 1h30, com intervalo

SERVIÇO
Deborah Colker – Espetáculo Nó
Local: Teatro Gustavo Leite
Data: 21 de Julho
Abertura da casa: 20h
Show Time: 21h

Ingressos
Plateia: R$ 70,00 (meia) e R$ 140,00 (inteira)
Mezanino: ingresso Popular: R$ 37,50 (Meia) e R$ 75,00 (inteira)

OBS: Descontos:
• Cartão Petrobras e Força de Trabalho: 50% na compra de até 2 ingressos por apresentação. Desconto não cumulativo;
• professores, maiores de 60 anos, estudantes e pessoas com deficiência: 50% de desconto.

Formas de pagamento – cash, débito, rotativo e parcelado em até 2x
Pontos de venda:
Aimê Acessórios – Rua Mário de Gusmão, 507 – Ponta Verde
Acesso Vip – Parque Shopping- térreo
Acesso Vip – Unicompra Farol
Info: 82 3235-5301 / Whats: 82 99928-8675
fb.com/suechamusca
@suechamuscaoficial