Agenda
19 e 20 de setembro às 21h30
Escrita pelo inglês Joe Orton ganha versão e direção de Miguel Falabella e marca seu encontro nos palcos com Arlete Salles
Compre on-line
 

O que o mordomo viu é uma farsa escrita em 1967 pelo inglês Joe Orton, considerado o melhor texto concebido no período mais amadurecido do autor. Orton, que foi assassinado, se fixou como um ícone dos anos 60. O espetáculo, que estreou no Queen´s Theatre em Londres em 1969 e desde então tem sido sucesso absoluto, chega finalmente ao Brasil e promete divertir a plateia, falando de temas atuais como sexualidade, poder, mentiras, traições e corrupção.

A história gira em torno do psiquiatra Dr. Arnaldo (Miguel Falabella) e sua atraente secretaria, Denise Barcca (Alessandra Verney). O espetáculo começa com a secretária sendo entrevistada e examinada pelo doutor, no seu primeiro dia de trabalho. Como parte da entrevista ele a convence a se despir. A situação vai se tornando mais intensa, à medida que a entrevista avança, até a entrada em cena da Sra. Mirta (Arlete Salles), esposa de Dr. Arnaldo.

Neste momento ele tenta encobrir o que se passava e, sem tempo para pensar, esconde a secretária Denise atrás de um reservado. A partir daí se desenrola um grande jogo de erros, pois sua esposa também está escondendo algo: a promessa do cargo de secretário a Nico (Magno Bandarz), por quem está sendo chantageada.

Aos poucos vão aparecendo outros personagens, enriquecendo ainda mais a trama. Como se não bastasse a trapalhada instaurada, a clínica de Dr. Arnaldo passa por uma inspeção do governo liderado por Dr. Ranço (Marcello Picchi), revelando então o caos na clínica. Situação essa que também atrai o Detetive Matos (Ubiracy Paraná do Brasil) para uma investigação.

O espetáculo de Joe aborda com muito humor, as atitudes sociais em relação à sexualidade, como homens e mulheres se sentem e se comunicam, sobre seu desejo pelo poder e como lidam com esse poder. E tem todos os ingredientes de uma brincadeira muito agradável: manias dos personagens, enredos tortuosos, confusão de identidades, portas batendo, roupas que desaparecem, e, acima de tudo, a sagacidade subversiva de Orton, que foi considerado um dos dramaturgos mais criativos do século 20.

Com versão brasileira e direção de Miguel Falabella, um dos grandes nomes do teatro nacional, o espetáculo garante ao público uma dose extra de humor. As apresentações em Maceió acontecem dias 19 e 20 de setembro, às21h30, no Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções.

SERVIÇO
O Que o Mordomo Viu
Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções de Maceió
19 e 20 de setembro
Sessão: 21h30
Ingressos:
Plateia: R$ 60,00 (meia-entrada) e R$ 120,00 (inteira)
Clientes Avianca: R$ 96,00
Clientes Mills: R$ 96,00
Clientes Porto Seguro: R$ 84,00
Clientes Vivo Valoriza: R$ 60,00
Mezanino Central: R$ 50,00 (meia-entrada) e R$ 100,00 (inteira)
Clientes Avianca: R$ 80,00
Clientes Mills: R$ 80,00
Clientes Porto Seguro: R$ 70,00
Clientes Vivo Valoriza: R$ 50,00
Mezanino Promo: R$ 25,00 (meia-entrada) e R$ 50,00 (inteira)
Formas de pagamento: Cash / débito / crédito em até 2 X
Info: 82 3235-5301 / 3317-0865 / 9928-8675 / 9925-7310 / info@suechamusca.com.br

rodape-agenda

24 de setembro às 21h
40 solistas participam de A Bela Adormecida, o novo espetáculo que a companhia internacional traz para Maceió
Compre on-line
 

Uma das mais importantes companhias de dança do mundo inclui novamente Maceió no roteiro da turnê brasileira.

Em 2013, o RUSSIAN STATE BALLET (Ballet Nacional da Rússia)  realizou uma das mais disputadas noites da cena cultural da cidade, lotando completamente o Teatro Gustavo Leite com o espetáculo O Lago do Cisne.

Este ano a companhia brindará a cidade com o espetáculo  A BELA ADORMECIDA.  Será apenas uma única apresentação no dia 24 de setembro, no Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções.

Com  33 anos de história, a companhia está sob a liderança do coreógrafo Viatcheslav Gordeev, seu criador, diretor artístico e diretor geral. Com seus 40  solistas, a meta principal do Ballet Nacional da Rússia é preservar a herança da coreografia russa e da Europa ocidental, paralelamente à busca de novas formas de dança.

Importante destacar que o corpo de baile é formado por artistas de várias nacionalidades, como japoneses, australianos, coreanos e, é claro, russos. Entre os admiradores da companhia estão Mikhail Gorbachev e Mikhail Gorbachev.

Tamanha é a importância do The Russian State Ballet que alguns de seus bailarinos receberam o título de cidadãos honorários em cidades da França, Estados Unidos e México. E em Nova Orleans há um feriado em homenagem à companhia, o “Dia do Russian State Ballet”.

SERVIÇO

BALLET NACIONAL DA RÚSSIA em A Bela Adormecida
Local: Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções de Maceió
Dia: 24 de setembro
Sessão: 21h
Ingressos:
Plateia: R$ 140,00 (inteira) e R$ 70,00 (meia-entrada)
Mezanino: R$ 120,00 (inteira) e R$ 60,00 (meia-entrada)
Formas de pagamento: Cash / débito / crédito em até 2 X
Info: 82 3235-5301 / 3317-0865 / 9928-8675 / 9925-7310
info@suechamusca.com.br / @suechamuscaoficial

rodape-agenda

09 de outubro às 21h30
Paulo Gustavo volta ao palco do Teatro Gustavo Leite trazendo na bagagem o stand up de maior sucesso no Brasil
Compre on-line
 

 Supercontente com todo o sucesso que vem alcançando nos palcos, televisão e cinema nos últimos anos, PAULO GUSTAVO estará de volta à Maceió no dia 9 de outubro com o stand up HIPERATIVO.

Os milhares de fãs de carteirinha se preparem para comprar logo o ingresso porque, com certeza, a disputa vai ser grande para ver ao vivo um dos maiores nomes do humor brasileiro de todos os tempos.

Os ingressos custam: plateia R$ 45,00 (meia) e R$ 90,00 (inteira) e mezanino R$ 35,00 (meia) e R$ 70,00 (inteira). A compra pode ser feita em dinheiro ou no cartão,  na Casa das Tintas (Farol, Ponta Verde e Barro Duro) e pelo site www.ingressorapido.com.br.

Sobre o stand up - Como bem disse ironicamente Mario Quintana em seu Caderno H, “o pior dos nossos problemas é que ninguém tem nada a ver com isso”. Será? De fato, mais difícil que administrar o mundo ao nosso redor, é administrarmo-nos no mundo. E que mundo! Cada vez mais cheio, mais quente, com mais informações, mais expectativas, medos, neuroses e paranoias também.

E são justamente situações do cotidiano que inspiraram Paulo Gustavo na criação do texto de Hiperativo. Sem usar qualquer tipo de maquiagem, ele coloca para fora seu humor peculiar, talento diferenciado e visão criativa diante de fatos corriqueiros.

Mostra alguns dos dramas que vivemos nos dias de hoje, como fazer escolhas, expressar-se, administrar os medos todos (de avião, de ficar sozinho, de perder a saúde). Expõe a convivência com as pessoas, a irritação que ela pode provocar, as inevitáveis comparações, a vida afetiva na pós-modernidade com suas noitadas, buscas, caças, competições, erros, inseguranças… Não  é nada fácil, mas saindo da boca de Paulo Gustavo, tudo isso ganha contornos hilariantes.

OBS: importante destacar que não será permitida a entrada no teatro após o início do espetáculo.

SERVIÇO
HIPERATIVO – Stand Up com Paulo Gustavo
Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções de Maceió
9 de outubro (quinta)
Sessão: 21h30
Indicação etária: 12 anos
Ingressos:
Plateia – R$ 45,00 (meia-entrada) e R$ 90,00 (inteira) / cliente Porto Seguro R$ 45,00
Mezanino – R$ 35,00 (meia-entrada) e R$ 70,00 (inteira) /cliente Porto Seguro R$ 35,00
Formas de pagamento: Cash / débito / crédito
Info: 82 3235-5301 / 3317-0865 / 9928-8675 / 9925-7310 / info@suechamusca.com.br

rodape-agenda